CEO de empresa de criptomoedas que aplicou golpe foi criado por inteligência artificial

 

Foto: Reprodução

Um golpe bem elaborado com criptomoedas apostou pesado na confiança que o público teria com o seu CEO Mark Jensen, que costumava aparecer em vídeos da empresa. O rosto da companhia, no entanto, não era de uma pessoa real, mas criada por inteligência artificial (IA).

Com o objetivo de ganhar dinheiro das baleias das criptos com bots de arbitragem, o esquema DeTrade Fund conseguiu fugir com cerca de 1438 ethers (ETH) de suas vítimas, o que equivale a 17,8 milhões de reais na cotação atual.

O golpe e o CEO que nunca existiu

O DeTrade Fund se apresentou em diversos veículos de mídia de peso como um projeto conduzido pela comunidade que forneceria aos usuários acesso aos seus bots de arbitragem, desde que tivessem seus token DTF.

Os tokens foram vendidos em uma oferta privada que levantou 1438 ETH, e então a empresa sumiu do mapa no dia 12 de dezembro.

Para construir a confiança de seus usuários, esse golpe se concentrou em construir uma identidade falsa tanto com presença online quanto offline. Eles registraram um negócio com a Companies House e organizaram comunicados à imprensa em várias plataformas onde mostrariam repetidamente o rosto e o nome de seu CEO Mark Jensen.

Os golpistas por trás da DTF capitalizaram em cima da confiança que as pessoas colocam em rostos humanos. 

Mas dessa vez, foram enganadas por um rosto criado por inteligência artificial. Um usuário no Twitter percebeu que, em um vídeo de “Jensen”, haviam alguns problemas com suas feições e dava para notar que se tratava de computação gráfica.

Um especialista em inteligência artificial relatou para a Rekt News que muito provavelmente não se tratava de uma pessoa puramente criada por IA, já que apenas cerca de 5 empresas no mundo possuem tecnologias capazes de criar alguém “do nada”. 

Porém, possivelmente se tratava de um deepfake, uma tecnologia que troca o rosto do ator do vídeo com um outro rosto conhecido usando IA.

Fonte: Cointimes


Comentários